Anatel

Presidente da Anatel afirma que internet ilimitada acabou

Nesta última segunda-feira a agência publicou uma cautelar proibindo as operadoras a limitar a velocidade e bloqueio da conexão, mesmo assim Rezende diz que não existe mais possibilidade das operadoras de banda larga oferecerem esse serviço sem limitação.

Não podemos trabalhar com a noção de que o usuário terá um serviço ilimitado sem custo, afirmou Rezende.

 

 

João Rezende
João Rezende

O presidente ainda fez uma colocação um tanto quanto infeliz, afirmando que a culpa dos usuários quererem internet ilimitada é das operadoras, que “deseducaram” os clientes.

Acho que as empresas, ao longo do tempo, deseducaram os consumidores, com essa questão da propaganda de serviço ilimitado, infinito. Isso acabou, de alguma maneira, desacostumando o usuário. Foi má-educação, afirmou.

Para Rezende, é importante que a Anatel dê garantias para que não haja um desestímulo aos investimentos pelas companhias nas redes. “Acreditamos que isso é um pilar importante do sistema. É importante ter garantias para que não haja desestímulo ao investimento. Não podemos imaginar um serviço ilimitado.”

A Anatel vai obrigar todas as empresas a criar ferramentas que possibilitem os usuários acompanharem o consumo para que ele saiba, antecipadamente, que sua franquia está próxima do fim. Além disto, as empresas ainda terão que notificar o cliente que quando estiver próximo ao esgotamento da franquia, e informar todos os pacotes disponíveis para continuidade da navegação.

 

 

 

Fonte: Ofinica da Net.

CompartilheShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someone

Sobre Junior Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *